Premium Slash sem espinhos em Lisboa

O guitarrista dos Guns N' Roses está de regresso a Portugal, mas desta vez a solo. Ou melhor, na companhia de Myles Kennedy & The Conspirators, a banda que lhe serve de suporte nesta digressão em nome próprio.

Quando, em abril de 2016, os Guns N' Roses se apresentaram com a sua formação clássica no mítico festival californiano de Coachella, liderados pelo vocalista Axl Rose e pelo não menos icónico guitarrista Slash, os fãs suspiraram finalmente de alívio. Quase sem aviso, parecia finalmente resolvido o conflito, já com quase 20 anos, entre as duas forças motrizes de uma das maiores bandas da história do rock, iniciado quando Slash abandonou a banda, no final de 1996.

E enquanto, nos anos seguintes, Axl Rose ia arrastando o legado dos Guns N' Roses pelos palcos, à frente de sucessivas formações de músicos, o guitarrista começou uma profícua carreira a solo, que, apesar de nunca ter atingido o sucesso comercial da antiga banda, lhe granjeou créditos junto dos fãs e da crítica. Já antes, em 1995, o havia tentado, com os Slash's Snakepit, cujo álbum de estreia, It's Five O'Clock Somewhere, composto por composições próprias, originalmente criadas para os Guns N' Roses, vendeu mais de um milhão de exemplares.

Ler mais

Exclusivos