Premium Marco Paulo: "Há sucessos que se as pessoas não pedissem eu já não cantava"

O cantor sobe esta noite ao palco da Altice Arena para um concerto solidário, em prol da Associação Novo Futuro.

O nono concerto Novo Futuro está marcado para esta noite às 21.30, na Altice Arena. Marco Paulo sobe ao palco com os convidados Raquel Tavares, Marco Rodrigues e o Coro Infantil do Alentejo. O concerto é um dos dois momentos de angariação de fundos da Associação, a par do mercado de Natal. A Novo Futuro acolhe crianças e jovens em risco com idades entre os 4 e os 18 anos, fazendo o acompanhamento das famílias e dos próprios jovens. Tem neste momento 78 crianças e jovens acolhidos nas suas oito casas, como explica a diretora-geral da instituição Catarina Rodrigues. O DN falou com o cantor sobre as expectativas para este concerto.

Como é que o Marco Paulo surge neste espetáculo?
Tenho uma amizade com alguém que é muito próximo da Associação Novo Futuro - o Luís Montez - e dos oito concertos que já fizeram em prol da associação, desta vez acharam que me deviam dirigir o convite e eu disse que sim. O projeto seria um concerto meu e podia levar convidados. Convidei a Raquel Tavares, que fez parte do meu último disco [que saiu dia 10], com uma canção, e o Marco Rodrigues, porque é um grande fã meu e que eu achei que devia estar presente para cantar uma música minha. Depois tenho um grupo coral infantil alentejano que conheci quando fui embaixador do chocalho. E achei que eles deviam entrar numa música minha. Como já tinha a oferta do Pedro Abrunhosa de fazer uma canção para mim, há muitos anos, mas que nunca chegou a acontecer, quando ouvi Quero voltar ao braços da minha mãe, achei a música com um poema tão bonito, que pensei em gravá-la. E gravei, com o grupo coral infantil e por isso os convidei. Como é um concerto dedicado às crianças, achei que os devia convidar. Acho que vai ser uma noite muito bonita, muito feliz e muito agradável. E, quem não foi, vai perder, porque não só vai ter o Marco Paulo a cantar algumas das músicas mais antigas mas também duas ou três músicas novas. Depois vou cantar os sucessos: Maravilhoso Coração, Dois Amores, A Nossa Senhora. Vamos fazer desta gala, que vai contar com a presença do Presidente da República, um abraço, aquele abraço que diz a minha nova canção, que é o abraço da solidariedade.

Ler mais