Premium Marcelo e a crise do PSD: interferência injustificada ou preocupação legítima?

A intervenção do Presidente divide as opiniões no PSD. Há quem critique a audiência concedida a Luís Montenegro, por não haver eleições internas no partido. Mas há quem perceba a preocupação de Marcelo.

Na passada sexta-feira, num hotel do Porto, Marcelo Rebelo de Sousa manteve um encontro de cerca de uma hora com Rui Rio, presidente do PSD. Nesta segunda-feira, no Palácio de Belém, o Presidente da República (PR) recebeu o ex-líder parlamentar do partido, que desafia a liderança de Rui Rio, Luís Montenegro. A audiência foi mais rápida, mas deixou o partido dividido.

Se, por um lado, Marcelo Rebelo de Sousa pode invocar que não tomou qualquer iniciativa para que estes encontros se realizassem, por outro lado permite que a sua intervenção seja vista como uma "interferência" na vida interna do partido, segundo os críticos.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG