Premium Nova Zembla: a ilha russa que os ursos invadiram já foi campo de testes nucleares

Voltou a ser uma das pérolas do Ártico, terreno para inúmeras expedições internacionais, mas já foi terra de czares, caçadores e até uma região nuclear. Conheça o arquipélago Terra Nova, que 52 ursos-polares invadiram à procura de comida.

Em russo, Nóvaya Zémlya, em português Nova Zembla ou Terra Nova. Assim se chama o arquipélago russo, composto por duas grandes ilhas, a de Severny, a norte, e de Yuzhny, a sul, separadas por um estreito canal, o estreito de Matochkin, e de um número considerável de ilhas adjacentes. Nova Zembla é o arquipélago que foi invadido por 52 ursos-polares nos últimos dias, que procuravam comida, mas também é a região que ficou para a história como um dos palcos escolhidos pela ex-URSS para testes nucleares.

A Terra Nova, que se localiza entre o mar de Barents, a oeste, e o mar de Kara, a leste, conta hoje com pouco mais de quatro mil habitantes. É bem conhecida do povo russo desde o século XI, quando caçadores de Novgorod, uma cidade situada a 155 km a sudeste de São Petersburgo e a 552 km a noroeste de Moscovo, ali chegaram e se fixaram para continuarem a desenvolver a sua atividade.

Ler mais

Exclusivos