Premium Aconteceu em 1991 - Massacre do cemitério de Santa Cruz em Timor

Foi há 28 anos que aconteceu o massacre no cemitério de Santa Cruz, em Díli, que viria a mudar a história da luta pela independência de Timor.

Timor, 1991. Milhares de pessoas, principalmente jovens, acompanhavam o funeral de um rapaz, que pertencia à resistência. Seguiam para o cemitério de Santa Cruz, em Díli. Lamentavam esta morte e a ocupação da ex-colónia portuguesa pela Indonésia, quando militares indonésios invadiram o cemitério e começaram a disparar sobre os manifestantes. Morreram mais de 300 pessoas.

As imagens passaram nas televisões em todo o mundo e Timor foi colocado nas agendas diplomáticas. "O massacre de mais de uma centena de timorenses - segundo as últimas informações - junto a um cemitério em Díli levou já as autoridades indonésias a experimentar uma clara sensação de isolamento na cena internacional, bem expressa nas posições assumidas pelos EUA e pela Holanda", lia-se na primeira página do DiáriodeNotícias de 13 de novembro de 1991.

Ler mais

Exclusivos