Exclusivo Aconteceu em 1975 - O Acordo de Alvor que não impediu a guerra civil de Angola

A primeira página do DN neste dia, há 46 anos.

Meses depois do 25 de Abril de 1974, o Algarve recebia em janeiro do ano seguinte a cimeira que terminaria com o Acordo de Alvor, assinado entre o Governo português e os três principais movimentos de libertação angolanos, no âmbito do processo de independência da antiga colónia portuguesa - que se concretizou a 11 de novembro de 1975 -, mas não impediu a guerra civil no país.

O decorrer dos trabalhos na vila algarvia mereceu amplo destaque na edição do DN de 13 de janeiro de 1975, dando conta dos "progressos substanciais" na cimeira. Mário Soares, ministro dos Negócios Estrangeiros na altura, mostrava-se confiante: "Pensamos sair desta conferência com um acordo que delineará o futuro de Angola", afirmou. Os três movimentos de libertação angolanos partilhavam o otimismo. "Nenhum obstáculo impedirá o acordo Angola-Portugal", afirmaram, como noticiou o jornal.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG