Premium Poderá o iPhone vir a substituir os documentos de identificação?

Por enquanto, ainda está tudo no campo das suposições, mas uma nova patente submetida a registo pela Apple dá a entender esse tipo de objetivo para o iPhone.

O pedido de patente descreve a forma como o iPhone poderia ser utilizado em alternativa a documentos como o cartão de identificação ou carta de condução, utilizando tecnologias como RFID (identificação por radiofrequência) e NFC (comunicação por campo de proximidade), que seriam utilizadas para aceder a informação guardada num chip. O chip poderia guardar informação como moradas, nomes, etc.

Na lógica da Apple, poderia depois aceder-se a esta informação através de um dispositivo específico. Ainda assim, vale a pena recordar que se trata de uma proposta de patente - algo que as tecnológicas fazem por rotina e que, em muitos dos casos, não chega a ser implementado em produtos.

O projeto de patente menciona a vontade de um dispositivo funcionar como um substituto para documentos de identificação, mas passar da teoria à prática não será assim tão fácil. Além das óbvias preocupações com a bateria, funcionar como uma alternativa aos passaportes, por exemplo, precisa necessariamente de colaboração dos serviços de registos dos diferentes países, algo que não parece assim tão atingível.

Ler mais

Exclusivos

Premium

adoção

Técnicos e juízes receiam ataques pelas suas decisões

É procurador no Tribunal de Cascais há 25 anos. Escolheu sempre a área de família e menores. Hoje ainda se choca com o facto de ser uma das áreas da sociedade em que não se investe muito, quer em meios quer em estratégia. Por isso, defende que ainda há situações em que o Estado deveria intervir, outras que deveriam mudar. Tudo pelo superior interesse da criança.