Premium Sem LeBron nos playoffs quem pode ameaçar o three-peat dos Warriors?

Com os campeões como claros favoritos para chegar ao terceiro título consecutivo, só seis equipas podem sonhar com a surpresa.

Os playoffs da NBA arrancam neste sábado já com uma certeza sobre as finais: oito anos depois, a decisão do título não vai ter LeBron James. O falhanço da primeira época do astro nos LA Lakers leva-o a ser a grande ausência na fase final e projeta a interrogação: sem a némesis Lebron pelo caminho, há alguém (ou alguma equipa) que possa desafiar mais um título dos Golden State Warriors, em busca de entrarem na restrita galeria dos three-peat na NBA?

Para Ricardo Brito Reis, um dos comentadores da SportTV nas madrugadas de basquetebol da liga norte-americana, a resposta é simples: "Não." Essa é, de resto, a segunda grande certeza para a maioria dos adeptos: os Warriors vão ganhar e ponto. "Diria que há pelo menos 99,9% de hipóteses de isso acontecer", reforça ao DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.