Premium Há um algoritmo que avalia o trabalho de cada eurodeputado

Num ranking com índices para vários gostos, os três socialistas portugueses mais bem classificados ficaram de fora das próximas europeias. Tal como o comunista mais bem cotado. Entre os cabeças-de-lista, Marinho e Pinto lidera. E Nuno Melo é o pior.

Se as europeias fossem um ranking de eurodeputados, Marinho e Pinto seria o surpreendente número um entre os cabeças-de-lista das várias candidaturas às eleições de 26 de maio. No entanto, se olharmos para a produtividade de cada deputado no Parlamento Europeu, João Ferreira é o primeiro entre os portugueses que lideram essas listas nas próximas eleições europeias.

De acordo com o MEP Ranking, uma ferramenta que avalia a atividade de cada deputado do Parlamento Europeu, publicado em fevereiro, a partir de vários parâmetros de atividade e intervenção, os dez deputados mais bem cotados são o social-democrata José Manuel Fernandes (133 pontos); o comunista Miguel Viegas (98,7); António Marinho e Pinto (98,5), do PDR; João Ferreira (95,8), que se recandidata como número um do PCP; Ricardo Serrão Santos (77,4 pontos), eleito pelo PS; Paulo Rangel (73,8), que será de novo o cabeça-de-lista do PSD; como Marisa Matias (63,1) pelo BE; a socialista Maria João Rodrigues (62,3); o comunista João Pimenta Lopes (53,7); e Ana Gomes (47,6), do PS.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG