Premium Bouteflika troca eleições por referendo. Ventos de mudança na Argélia

Os argelinos saíram à rua em festa após o anúncio de que Bouteflika não será candidato. Na prática, o presidente pode ficar no poder mais uns meses. Sucessor só será escolhido após nova Constituição ir a referendo.

As buzinas continuaram a ouvir-se nas cidades argelinas, mas desta vez para expressar a alegria e a esperança num novo rumo para o país. Uma multidão de todas as classes sociais e idades saiu à rua em ambiente de festa enquanto os automobilistas buzinavam. O presidente Bouteflika anunciara que não concorria às próximas eleições. "Os nossos protestos deram frutos. Vencemos os apoiantes do quinto mandato", disse o motorista de táxi Mohamed Kaci, de 50 anos, à Reuters.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.