Premium

Cova da Moura

Violência e racismo na PSP. Julgamento de 17 polícias entra na fase final

As alegações finais estão marcadas para esta terça-feira: Advogados e Ministério Público vão esgrimir ​​​​​​​os derradeiros argumentos para tentar convencer o coletivo de juízes da sua versão dos acontecimentos.

Naquele início de tarde de cinco de fevereiro de 2015 em que desceram a rua da Cova da Moura em direção à esquadra da PSP, em Alfragide, Flávio, Celso, Paulo, Miguel, António e Fernando não saberiam o alcance e o efeito que aquela decisão iria produzir. Iam procurar Bruno, seu amigo e conhecido que tinha sido detido no bairro há poucos minutos, vítima de alegadas agressões por parte dos agentes - nada de novo no dia-a-dia daquela comunidade.

Uns mais do que outros carregavam consigo histórias de violência policial contra jovens do bairro, às quais foi dando voz a Associação Cultural Moinho da Juventude (a que pertenciam Celso e Flávio) e entidades internacionais, desde as Nações Unidas à Amnistia Internacional. Uns mais do que outros assumiam-nas como a normalidade, uns mais do que outros tinham sede de justiça.

Ler mais

Exclusivos