Premium João Rodrigues. O rapaz da aldeia que não tinha jeito para o futebol venceu a Volta a Portugal

O tetra do FC Porto veio das pernas e da cabeça de um algarvio que é a grande promessa do ciclismo nacional. Ou melhor, do novo campeão da Volta a Portugal em bicicleta. Agora, a dúvida: fica ou sai?

Jóni Brandão (Travanca, Santa Maria da Feira, 20 de novembro de 1989) estava em teoria mais perto de casa no alucinante final da 81.ª edição da Volta a Portugal. Com menos de meio segundo de vantagem sobre o algarvio João Rodrigues, precisava de terminar o quarto dia a contrariar a poderosa W52-FC Porto no contrarrelógio de 19,5 km. Mas no regresso da prova à Invicta 30 anos depois, a história dos últimos anos repetiu-se e Rodrigues ganhou-lhe 27 segundos e acrescentou mais um dado perturbador para a concorrência. O futuro.

"É o melhor ciclista português a correr em Portugal." Disse-o Nuno Ribeiro, diretor desportivo da W52-FC Porto (e vencedor em 2003), mas também Marco Chagas, comentador de referência da RTP e grande figura da modalidade, vencedor da Volta quatro vezes (o recorde pertence a David Blanco desde que em 2012 conseguiu a quinta vitória e, desde então, a última fora do alcance da União Ciclista do Sobrado - o clube por detrás deste projeto financiado pelos dragões desde 2016).

Ler mais

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.