Premium Qualquer coisa obrigatória

Tens mesmo a certeza de que queres fazer isso? Quando ouço esta pergunta é quando sei que a decisão que vou tomar está certa. Nos textos é um pouco o mesmo, tens mesmo a certeza de que queres escrever isso, tu, uma coisa obrigatória? É, tenho. Veio a propósito de umas declarações do ministro da Defesa e do PCP sobre o serviço militar obrigatório.

Confesso que não entrei muito a fundo nas declarações, e não é sobre o problema em si que queria falar. O problema em si lembro-me de o ouvir debatido numa conferência no Instituto de Altos Estudos Militares, em 1995, ou 1996, um debate profundo entre José Luís Nunes e o professor Jorge Miranda (um argumentando com o Vers l'Armée de Métier escrito pelo De Gaulle em 1934, que defendia uma profissionalização das forças armadas, mas não o fim da possibilidade de conscrição, e o outro relembrando a violação da igualdade constitucional que era atrasar apenas os rapazes um ano na entrada no mercado de trabalho), estava eu a começar o curso e a fingir que percebia, ou a tentar perceber, temas sérios, coisas de gente grande.

Ler mais

Exclusivos