Premium Como ficam as eleições europeias após novo adiamento do Brexit?

Com nova extensão do artigo 50.º, britânicos deverão participar nas eleições europeias de maio. Ao caos do Brexit segue-se, dentro de momentos, o caos da votação para o novo Parlamento Europeu.

Após quase sete horas de conversações, com o presidente francês, Emmanuel Macron, a ir contra grande parte dos restantes líderes que estavam dispostos a aceitar uma extensão longa do artigo 50.º, a União Europeia decidiu dar ao Reino Unido a possibilidade de adiar a sua saída da UE até 31 de outubro - com uma avaliação a meio do caminho, ou seja, fim de junho. Assim, se não aprovar um qualquer acordo sobre o Brexit até às eleições europeias de 23 e 26 de maio, o Reino Unido terá de participar nas mesmas tal como os restantes Estados membros da União Europeia.

Que avisos deixaram os líderes europeus ao Reino Unido?
Antes de ser conhecida a decisão do Conselho Europeu, já durante a madrugada desta quinta-feira, o presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, deixou uma aviso muito claro aos britânicos. O Parlamento Europeu "não será ridicularizado" e as eleições "não são um jogo".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.