Premium Pirataria informática. Maçonaria suspeita de neonazis

Ataque obrigou alojadores do servidor do site do Grande Oriente Lusitano a mandá-lo abaixo. Direção da obediência desconfia de envolvimento da extrema-direita.

Foi a 6 e 7 de abril. Nesse fim de semana, o Palácio Maçónico do Grande Oriente Lusitano (GOL), no Bairro Alto, em Lisboa, abriu-se a quem o quis visitar, organizando uma feira do livro, debates abertos e visitas guiadas. Foi também por esses dias que o site de GOL teve de ser mandado abaixo a partir do seu servidor, ficando inacessível.

É certo que já há muito tempo - pelo menos desde novembro de 2017 - que o site (http://www.gremiolusitano.pt/) vinha a ser atacado. As fontes do DN no GOL referem esta data porque foi nessa altura que se realizou em Lisboa uma cimeira internacional de maçons. A reunião decorreu na sede do GOL e teve direito a manifestações à porta de militantes de extrema-direita. E a partir dessa altura o site começou a ser atacado.

Ler mais

Exclusivos