Aconteceu em 1935 - A partida do submarino Delfim para Lisboa

Na primeira página da edição de 11 de janeiro de 1935, o Diário de Notícias dá conta da partida do submarino Delfim do Tamisa em direção à capital portuguesa, onde chegaria "na próxima terça-feira".

"O comandante do novo submarino Delfim enviou ontem um rádio ao Ministério da Marinha, comunicando que o seu navio, ancorado no Tamisa, embarca hoje munições e as ogivas de combate dos torpedos", escrevia o Diário de Notícias no dia 11 de janeiro de 1935.

Numa notícia de primeira página, o DN dava conta que "parte amanhã para Lisboa o submarino Delfim, que chegará ao Tejo, possivelmente, na próxima terça-feira".

O Delfim estivera a fazer exercícios ao largo de Davenport, no Reino Unido, tendo, segundo o comandante Silva Moreira, "a guarnição sofrido bastante com o rigor do frio, especialmente em Londres", escreve o DN.

Numa edição que, como todas as da época, estava sujeita à censura - o aviso vinha publicado na primeira página -, o DN revelava ainda que o outro submarino da nova esquadra, o Espadarte, "passa no dia 21 a completo armamento".