Premium Gigantes Facebook e Volkswagen são os novos alvos da Deco

A Deco faz amanhã 45 anos, nasceu dois meses e meio antes do 25 de Abril. Liberdade numa sociedade de consumo cada vez mais sofisticada. Tem de responder com profissionalismo, sobretudo para lutar contra gigantes como o Facebook e a Volkswagen, os próximos alvos.

A Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores nasceu na ditadura e num país em que faltava tudo para defender os direitos do consumidor. Hoje, Portugal é pioneiro e uma das lutas da associação é conseguir que a legislação comunitária não elimine direitos adquiridos pelos portugueses. São 45 anos de batalhas que resultaram em muitas vitórias, muitas das quais já não nos recordamos.

O Facebook e a Volkswagen levaram processos da DECO, o primeiro por não proteger os dados pessoais dos utilizadores; a segunda por mentir no que diz respeito às emissões produzidas pelos seus veículos. A associação processou-os com a mesma garantia de que os consumidores estão a ser lesados. Certezas que levaram a ganhar processos contra a Apple e a Telecom. Também a conseguir a devolução das cauções dos serviços públicos essenciais, acabar com a imposição de prazos de fidelização nas telecomunicações e a impedir a cobrança de taxas nos pagamentos com multibanco.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".