Premium Big Brother telefonou


No caminho para o totalitarismo digital, o dia 2 de Agosto de 2018 marca um passo importante. Nessa data, pela primeira vez, o Estado arrogou-se o direito de enviar mensagens telefónicas (sms) a todas as pessoas em determinadas zonas. Os objectivos eram muito louváveis (são sempre) e a generalidade da população até se divertiu com o procedimento, mas subiu imperceptivelmente o poder de controlo público sobre as nossas vidas.

A mensagem em causa era bastante inocente (começam sempre assim): "Risco extremo incêndio rural nos distritos Beja e Faro. Fique atento. Em caso de dúvida: 800 246 246. www.prociv.pt." Nos dias seguintes foi multiplicada, sendo recebida, nesta operação inicial, em mais de sete milhões de telemóveis, portugueses e estrangeiros (sempre em português), desde que situados nos distritos em alerta vermelho. Tratou-se de um grande sucesso operacional da Autoridade Nacional de Protecção Civil, juntamente com a Autoridade Nacional das Comunicações, os operadores de comunicações móveis e a Secretaria-Geral da Administração Interna, sob a supervisão do secretário de Estado da Proteção Civil.

Ler mais

Exclusivos