Premium Aconteceu em 1958 - O primeiro desastre da aviação comercial portuguesa

A 9 de novembro de 1958, um hidroavião da companhia Artop que voava entre Lisboa e o Funchal despenhou-se no mar, com 36 pessoas a bordo

"Não há notícias do hidroavião da carreira Lisboa-Funchal", titulava no dia seguinte, dia 10 de novembro de 1958, a primeira página do Diário de Notícias, noticiando na altura o desaparecimento da aeronave com 30 passageiros e seis tripulantes.

Com a suspensão dos voos da Aquila, foi a companhia Portuguesa Artop que se lançou na rota entre Lisboa e o Funchal, com dois hidroaviões bimotores Martin Mariner, batizados Madeira e Porto Santo.

Ler mais

Exclusivos