Premium Do passado ao futuro da música em três dias de NOS Alive

The Cure, Smashing Pumpkins e Ornatos Violeta são alguns dos nomes que a partir de amanhã vão passar pelo Passeio Marítimo de Algés, em mais uma edição do NOS Alive que "pisca o olho" a Espanha.

Quando se olha para os cabeças-de-cartaz do NOS Alive, a primeira sensação é de déjà vu. Afinal, The Cure e The Smashing Pumpkins não são propriamente uma novidade, e tanto uns como outros até são repetentes nesse estatuto, neste mesmo festival. À brigada da nostalgia podem-se ainda acrescentar outros nomes, como Primal Scream, Johnny Marr (antigo guitarrista dos The Smiths), The Chemical Brothers, os portugueses Ornatos Violeta ou a diva Grace Jones, um dos últimos trunfos a ser apresentado para a edição deste ano.

Uma observação mais atenta às dezenas de artistas que, durante três dias, vão passar pelos diversos palcos do Passeio Marítimo de Algés logo demonstra, porém, o quanto esta análise é precipitada. Isso mesmo faz questão de sublinhar ao DN Álvaro Covões, o diretor do festival: "Se há algo que é sempre diferente no NOS Alive é o cartaz, mas os festivais fazem-se com os artistas que estão na estrada em cada ano. Se compararmos o nosso cartaz com o dos maiores festivais europeus, percebe-se isso mesmo", adianta.

Ler mais

Exclusivos