Premium Aconteceu em 1926 - Um golpe de Estado

"Constitui-se um novo governo sob a presidência do general Carmona", anunciava em grandes parangonas o Diário de Notícias, que dava notícia da queda de Gomes da Costa.

Convidado à última hora por Sinel de Cordes, Gomes da Costa fora bem-sucedido no golpe de 28 de maio de 1926, mas duraria pouco: neste dia 10 de julho, era afastado, preso e deportado para os Açores - de onde regressaria um ano mais tarde, tendo recebido o grau de marechal das mãos de Carmona, que o afastara.

"Mais um pronunciamento militar: o general Gomes da Costa forçado a abandonar a presidência do Ministério". Assim se fazia a manchete do DN neste dia 10 de julho de 1926. A notícia merecia outros destaques, que acompanhavam o título para logo esclarecer o povo: "Constitui-se um novo governo sob a presidência do general Carmona. Como se fez o golpe de Estado e quais foram as suas causas."

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.