Premium Numa semana, PJ apanhou no aeroporto droga no valor de 500 mil euros

Há mais cocaína a chegar aos aeroportos nacionais e a maioria dos correios chega do Brasil. Numa semana foram detidas sete pessoas e apreendida droga no valor de meio milhão de euros.

Na estrutura das malas de viagem, na roupa, em objetos transportados no interior das bagagens. Ou no corpo. São várias as estratégias usadas por quem tenta transportar droga do Brasil e usa os aeroportos nacionais como porta de entrada na Europa, onde estão a ser ultrapassados os valores de apreensões e detenções do ano passado.

Foi o caso de uma operação contada ao DN. Era uma ação de rotina no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. Na mala de um homem de 67 anos, que viajava desde o Brasil, foram encontrados vários pacotes de cocaína dissimulados em objetos. Enquanto a bagagem era revistada por elementos da Autoridade Tributária, permaneceu sempre calmo, mesmo depois de ter sido encontrada a droga. Uma detenção entre as várias que têm acontecido no aeroporto de Lisboa nos últimos dias. No espaço de uma semana, as autoridades apreenderam 13 quilos de cocaína com um valor nas ruas estimado em mais de meio milhão de euros.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.