Premium Austeridade: palavra e a política

Todos estamos preocupados com o futuro próximo da economia portuguesa. Esse futuro depende em grande medida das políticas económicas que serão seguidas nos próximos tempos, na Europa e em Portugal, o que acontece frequentemente em momentos de crise e de recuperação económica. Ora, as políticas saem de ideias. Como estamos de ideias, no caso, em Portugal?

Desde o fim da era de Passos Coelho, a política económica por cá seguida tem sido moderada, e relativamente justa do ponto de vista dos equilíbrios sociais. Foi só preciso seguir ideias com décadas de sucesso. Mas foi também preciso uma boa coordenação entre ministros, em particular entre o ministro das Finanças e o primeiro-ministro, e entre este e os partidos que de um modo ou de outro o apoiam. A moderação é um elemento fundamental na condução da política económica, pois só com ela os governos têm tempo para perceber o que é preciso fazer, ouvindo os interlocutores organizados, perto do terreno. O contraste com o radicalismo económico do governo anterior não pode ser esquecido tão cedo. Os governos não devem ser elogiados e por isso fico-me por aqui.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG