Premium Aconteceu em 1958 - O "civismo" da vitória de Américo Tomás

As eleições presidenciais de 1958, em que Humberto Delgado foi o rosto da oposição democrática, dominaram a primeira página do Diário de Notícias de há 61 anos.

A edição do DN do dia 9 de junho de 1958 era inteiramente dedicada às presidenciais da véspera, nas quais Américo Tomás, candidato apoiado pela União Nacional, do regime do Estado Novo, disputara com Humberto Delgado, da oposição democrática, a sucessão de Craveiro Lopes.

Numa primeira página carregada de referências elogiosas à forma como decorreu - "na mais perfeita disciplina, liberdade e ordem" - o ato eleitoral, em que não faltava uma referência à "grande manifestação" de apoio recebida pelo presidente do conselho, Oliveira Salazar, quando foi votar no Liceu Pedro Nunes, o DN confirmava a anunciada vitória do antigo ministro dos Assuntos do Mar.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.