Premium "Tenho recebido muitas cartas de mulheres. Andam de cabeça um bocadinho mais levantada"

A israelita Netta Barzilai venceu a Eurovisão no ano passado. Lançou no início do mês a primeira música depois da vitória em Lisboa. Bassa Sababa significa tristeza e alegria e representa uma evolução na carreira da cantora. Depois de usar a imagem da galinha, agora escolheu o rinoceronte.

Aos 26 anos, Netta Barzilai, israelita, confessa que quer apenas cantar e fazer que a sua música chegue ao maior número de pessoas possível. Quer convidar-nos a entrar na sua "mente louca" e mostrar que é hoje uma jovem mais confiante e forte, como um rinoceronte. Na entrevista por telefone com o DN confessa que ganhou resistências por ter ouvido muitos comentários negativos, mas sente-se orgulhosa por ter ajudado as mulheres a ganhar confiança, ainda que admita que na época (em maio de 2018, quando venceu a Eurovisão em Lisboa) não era assim tão forte.

Com Toy, Netta bateu o recorde de visualizações - 106 592 782 - da competição. Entrou para o topo da tabela de dance music da Billboard. Com Bassa Sababa (que já tem 3,4 milhões de visualizações), a cantora mostra um "hino pop tribal", uma mistura de sons contemporâneos, música eletrónica, folk e rock dos anos 1970, em que não falta um toque africano. Tudo para simbolizar a individualidade de Netta e celebrar tanto as suas falhas como a sua força.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.