Premium General que se demitiu por causa de Tancos em reunião do CDS

Os centristas divulgaram ontem o programa da sua próxima Escola de Quadros. A reunião decorrerá nas vésperas da entrega do OE 2019 na Assembleia da República.

Em julho de 2017, o general Faria de Meneses demitiu-se do cargo de comandante das Forças Terrestres por discordar da decisão do chefe do Exército, general Rovisco Duarte, de exonerar cinco comandantes, no caso do assalto a Tancos. No próximo dia 12 de outubro, o general, desde então na reserva, será o principal orador numa conferência do CDS sobre "os desafios da Defesa Nacional".

A conferência decorrerá num hotel de Peniche, no segundo dia da Escola de Quadros que o CDS ali organizará de 11 a 14 de outubro. Com cem jovens participantes previstos, a Escola de Quadros dos centristas terá nas questões da Defesa Nacional um dos seus temas principais.

A questão de Tancos tem sido uma das principais bandeiras do CDS - foi o partido que propôs no Parlamento uma comissão parlamentar de inquérito ao caso. Os centristas também há muito que dizem que nem o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, nem o chefe do Exército, general Rovisco Duarte, têm condições para se manterem em funções.

O tema principal será, porém, a questão europeia. "Futuro da Europa", "Portugal na Europa", "Que direita para a Europa". Estes são alguns dos temas dos debates da Escola de Quadros do CDS.

A aproximação das eleições europeias (junho de 2019) e o facto de o CDS ser por ora o único partido parlamentar com um cabeça-de-lista escolhido (o eurodeputado Nuno Melo) ditaram a opção do partido, segundo disse ao DN Diogo Feio, principal organizador da Escola de Quadros.

Uma das pessoas convidadas para falar do assunto será o ex-líder do PSD (e conselheiro de Estado e comentador político) Luís Marques Mendes, num jantar-debate marcado para dia 12. No dia seguinte, também num jantar-debate, será a vez de Paulo Portas - presença habitual na Escola de Quadros desde que deixou a liderança do partido. Nuno Melo e João Pinho de Almeida (deputado na AR) debaterão o "futuro da Europa" logo no primeiro dia da Escola de Quadros.

Para além da defesa, outro tema nacional em discussão será "Portugal na revolução digital". Leonor de L'Hermite (responsável da Google em Portugal) discutirá o assunto com o empresário Sebastião de Lencastre num debate marcado para a tarde de 12 de outubro.

Assunção Cristas encerrará o encontro, dia 14, num discurso que deverá também ser marcado pelas questões orçamentais. No dia seguinte terminará o prazo para o governo entregar no Parlamento a proposta de Orçamento do Estado para 2019.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Líderes

A União Europeia e a crise dos três M. May, Macron e Merkel

Já lhe chamam a crise dos três M. May, Macron e Merkel, líderes das três grandes potências da UE, estão em apuros. E dos grandes. Numa altura em que, a poucos meses das eleições para o Parlamento Europeu, florescem populismos e nacionalismos de toda a espécie, pela Europa e não só, a primeira-ministra do Reino Unido, o presidente de França e a chanceler da Alemanha enfrentam crises internas que enfraquecem a sua liderança e, por arrastamento, o processo de integração da UE.