Premium Pedro Nuno Santos passeia no Avante! mas não ouvirá os avisos de Jerónimo

A um ano das eleições, líder do PCP tem na Festa do Avante! o palco para a sua rentrée e para o caderno de encargos ao governo. Pedro Nuno Santos vai ao Seixal no sábado.

É um hábito já de três anos: o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, despe o fato de governante e vai passear à Festa do Avante!, acompanhado da família. Mas não escapará à condição de membro do governo socialista que é apoiado no Parlamento pelos partidos da esquerda parlamentar, PCP incluído. Este passeio acontecerá no sábado e haverá certamente um dirigente comunista para o receber, como no ano passado, quando o líder da bancada, João Oliveira, fez as honras da casa na Quinta da Atalaia, no Seixal.

Não há festa como a deles, argumentam os comunistas, que até convencem opositores (já por lá andou Marcelo Rebelo de Sousa meses antes de ser eleito Presidente da República) ou parceiros ocasionais como Pedro Nuno Santos. Mas, em tempos em que as críticas sobem de tom por parte da geringonça junto do governo, o sábado é o dia certo para o secretário de Estado subir os terrenos da quinta debruçada sobre a baía do Seixal. Nesse dia, Jerónimo de Sousa, o secretário-geral do PCP, já fez o seu (curto) discurso de abertura, reservado para o fim da tarde desta sexta-feira, e ainda não se abalançou à longa intervenção com que no domingo encerrará mais esta "obra coletiva fascinante", como no ano passado se referiu à realização da festa.

Ler mais

Exclusivos

Premium

25 de Abril

"Em Peniche, fechei a boca, nunca disse nada, levei muita pancada"

Esteve para ser entregue a privados, mas o governo voltou atrás e decidiu converter a fortaleza em Museu Nacional da Resistência e da Liberdade. Querem preservar a memória daqueles que por aqui passaram. Foram 2500, sobrevivem 50. Entre eles, José Pedro Soares, que nos guiou pelos corredores estreitos até à sua antiga cela.