Premium Torra enfrenta moção de censura que falha logo à partida

Socialistas catalães não apoiam a moção do Ciudadanos, mas mesmo que apoiassem não seria suficiente para que fosse aprovada. A nível nacional, ameaçam aplicar o artigo 155.º da Constituição e suspender autonomia da Catalunha.

O Parlamento catalão vai debater nesta segunda-feira uma moção de censura contra o presidente da Generalitat, Quim Torra. A moção, que falha logo à partida, foi apresentada pelo Ciudadanos, mas não conta com o apoio sequer dos socialistas catalães. A nível nacional, o governo de Pedro Sánchez ameaça com nova aplicação do artigo 155.º da Constituição e suspensão da autonomia da Catalunha.

A moção de censura desta segunda-feira (cabe ao líder do Parlamento catalão, Roger Torrent, a decisão final do dia do debate) está à partida derrotada, porque os independentistas têm a maioria. O Ciudadanos tem 36 deputados, contando apenas com o apoio do Partido Popular (quatro deputados).

Ler mais

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.