Premium De rainha de Inglaterra a vilã: trilogia Millennium está de volta

A Rapariga Apanhada na Teia da Aranha é o regresso ao universo da trilogia bestseller Millennium, de Stieg Larsson, numa continuação da série assegurada pelo escritor David Lagercrantz. Estreia amanhã.

O corte de cabelo não mudou assim muito. Os piercings e as tatuagens também não. E as roupas escuras preservam uma identidade sombria bem vincada no estilo. Lisbeth Salander, a hacker justiceira da famosa trilogia Millennium, de Stieg Larsson, está de volta com uma diferença essencial: desta feita já não é Rooney Mara quem nos surpreende debaixo do capuz preto da protagonista, mas a atriz da série The Crown, Claire Foy (que vimos também, recentemente, em O Primeiro Homem na Lua).

Para desilusão de Mara, que chegou a mostrar-se mais do que disposta a regressar ao papel desafiante que a pôs no mapa de Hollywood, a troca aconteceu porque o novo realizador, o uruguaio Fede Alvarez, quis renovar o elenco no sentido de tornar o novo filme seu dos pés à cabeça - isto é, negando qualquer vestígio da assinatura de David Fincher, que, segundo a sua teoria de realização, estaria também associada aos atores do anterior Os Homens Que Odeiam as Mulheres (2011).

Ler mais

Exclusivos