Premium Adegas do futuro. Poderá o vinho tornar-se a maior indústria carbono zero do mundo?

Roger Boulton traz ao Porto o exemplo da adega ecológica que ajudou a montar na Universidade da Califórnia. Porque a indústria do vinho também pode fazer mais no combate às alterações climáticas.

Numa conferência que quer debater as alterações climáticas e os seus impactos na indústria do vinho, Roger Boulton traz um exemplo prático que, no fundo, é um apelo aos próprios produtores: lembrar-lhes que podem (e devem) começar neles os primeiros passos no combate ao aquecimento global que ameaça o futuro do setor.

Mais do que alertar sobre os efeitos das alterações climáticas no vinho do futuro e apelar à ação de políticos e governantes, este professor do departamento de Viticultura e Enologia da Universidade da Califórnia, em Davis, veio ao Porto mostrar (e falar sobre) a adega do futuro, na Climate Change Leadership que decorre até quinta-feira no Edifício da Alfândega do Porto.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG