Premium Um anúncio de jornal salvou o convento onde o exército andou a criar galinhas

O governo acaba de assinar o contrato de concessão do Convento dos Capuchos, em Leiria, no âmbito do Projeto REVIVE. Há décadas em ruínas, o edifício passou de hospital militar a galinheiro do Exército. Agora vai ser um hotel de charme, com restaurante e piscina.

Um anúncio de jornal chamou a atenção de António Sampaio de Almeida, há uns meses. Era o Estado que abria à concessão o antigo Convento de Santo António dos Capuchos, que há décadas está abandonado, em ruínas, no centro da cidade de Leiria. O empresário acabou por desafiar dois amigos da região - Carlos Martins Oliveira e Paulo José Sousa - a apresentar aquela que seria, afinal, a única proposta: um hotel de charme, com 50 quartos, piscina e restaurante, numa concessão do Estado português válida por 50 anos, ao abrigo do Projeto REVIVE, tornando-se este Eo sexto concurso a ser adjudicado, no total dos 16 imóveis.

E foi com toda a pompa e circunstância que decorreu a assinatura do contrato de concessão daquele edifício, ontem de manhã, em Leiria, com a presença do ministro adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, além das secretárias de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e da Defesa, Ana Santos Pinho.

Ler mais

Exclusivos