Premium Há uma proposta para travar as obras no Martim Moniz

Arquiteto apresentou candidatura ao Orçamento Participativo para "parar os trabalhos na praça, a sua concessão e o projeto de contentorização". E lembra o exemplo do Jardim do Caracol em que a autarquia teve de voltar atrás.

Uma proposta do Orçamento Participativo de Lisboa quer travar as obras na Praça do Martim Moniz, na capital, e suspender o projeto a que o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, já deu uma primeira autorização para a construção de infraestruturas, no mesmo dia em que ouvia a população sobre o projeto para a praça.

No passado sábado, houve protestos na praça a pedir para o local um jardim. A Câmara Municipal de Lisboa concessionou a gestão dos espaços da praça à empresa Moonbrigade, em 2011, e agora foi iniciado um processo de reconversão da praça.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.