Premium Há 17 portugueses entre os investigadores mais citados do mundo. Neste ano quase duplicaram

A lista já saiu. Entre os seis mil investigadores de todo o mundo, cujo trabalho maior influência tem nas respetivas áreas científicas, há 17 que são portugueses, ou estão a trabalhar em Portugal. É quase o dobro do ano passado.

Nuno Peres, sem surpresa. Pelo quinto ano consecutivo, o físico e professor catedrático da Universidade do Minho, que desde 2004 faz investigação sobre o grafeno (uma forma bidimensional de carbono com potenciais aplicações na eletrónica e noutras áreas), é o cientista português com o maior número de citações do seu trabalho a nível mundial. Ou seja, é o um dos mais influentes do mundo na sua área.

A lista dos cientistas mais citados em 2018 já saiu e há uma boa surpresa: o número de portugueses - ou a trabalhar em Portugal - no grupo dos mais influentes mais do que duplicou em relação aos anos anteriores.

Ler mais