Boris Johnson internado nos cuidados intensivos

O primeiro britânico deu entrada nesta segunda-feira numa unidade de cuidados intensivos. Dominic Raab assume a chefia do governo.

O estado de saúde de Boris Johnson piorou devido ao covid-19 e o primeiro-ministro inglês deu entrada numa unidade de cuidados intensivos, num hospital de Londres, anunciou esta segunda-feira o gabinete do governo britânico.

Johnson pediu ao ministro dos Negócios Estrangeiros Dominic Raab que o substituísse nas suas funções, acrescentou um porta-voz do governo. "O primeiro-ministro pediu ao ministro dos Negócios Estrangeiros Dominic Raab, que é o primeiro ministro de Estado, que o substitua sempre que necessário", diz o comunicado.

O primeiro-ministro, 55 anos, foi internado no Hospital St Thomas, em Londres, com "sintomas persistentes" no domingo. O seu estado piorou e está nos cuidados intensivos.

Diz o The Guardianque a decisão foi tomada pela sua equipa médica depois de a sua condição piorar ao longo de segunda-feira. O primeiro-ministro estará consciente e foi mudado como uma medida de precaução no caso de precisar de ventilação.

Nas reações, o novo líder dos Trabalhistas Keir Starmer deseja rápidas melhoras ao rival político, dizendo que todo o país está com o primeiro-ministro e a sua família neste momento difícil.

Diagnosticado há dez dias com covid-19, Johnson manteve-se a trabalhar desde casa até dar entrada no hospital durante o fim de semana. A decisão de transferir o primeiro-ministro para os cuidados intensivos terá sido tomada por volta das 19.00 de segunda-feira.

Aconteceu logo depois de Dominic Raab dizer, no briefing diário do governo sobre o novo coronavírus, que Johnson estava "de bom humor" depois de passar uma noite "confortável" no hospital.

Sadiq Khan, presidente da Câmara de Londres, diz que Johnson está num excelente hospital, com "pessoal médico do melhor no mundo". O autarca, eleito pelo Labour, diz que está a rezar pela recuperação do primeiro-ministro.

Matt Hancock, ministro da Saúde e também ele infetado com covid-19, com teste positivo no mesmo dia do primeiro-ministro, a 27 de março, diz via Twitter que Boris Johnson "irá receber o melhor tratamento do fantástico Serviço Nacional de Saúde (NHS)" britânico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG