O filme dos 90 milhões de espectadores não é líder em Portugal

O que gostam os portugueses mais no 'streaming'? Resposta: prezam a novidade, por isso Mentiras Perigosas reina no top da Netflix, enquanto o Quarto 212 lidera na Filmin. Tyler Rake: Operação de Resgate, com 90 milhões de espetadores, é ainda o terceiro mais procurado.

O que estão os portugueses a ver mais em confinamento? Não há uma tendência dominante é o que os top's mostram e o que parece estar a acontecer é que cada vez mais todos querem fazer maratonas de séries e de filmes. O gosto dos subscritores das plataformas de streaming parece eclético e na última semana existiu mais do que uma tendência de gostos.

A HBO Portugal não divulga as preferências dos assinantes, embora pelo ruído das redes sociais se compreenda que a série Mrs. América, com Cate Blanchett, e a nova temporada de Westworld devam estar a ser as joias da coroa. Internacionalmente, a Netflix acredita que dentro de semanas o filme Tyler Rake: Operação Resgate, produção dos manos Russo, seja o seu maior êxito de sempre com mais de 90 milhões de visualizações. Não deixa de ser espantoso um filme de ação com falhas narrativas desconcertantes ter um sucesso superior a filmes como Dois Papas, de Fernando Meirelles ou O Irlandês, de Martin Scorsese. Esta história sobre o resgate de um filho de um gangster indiano está a causar tanto alarido devido à presença do cada vez mais popular Chris Hemsworth, ator australiano que tem a "pasta" de Thor no universo cinematográfico da Marvel. Ajuda também o facto de ter estreado no pique da quarentena nos EUA.

O líder é uma das estreias do último fim de semana, um produto de baixo orçamento chamado Mentiras Perfeitas, de Michael M. Scott, um thriller ignorado pela imprensa e com atores praticamente desconhecidos. Também bem classificado está Se Tu Soubesses, de Alice Wu, o quarto classificado. Trata-se de outra das novas estreias, um filme "indie" (e campeão de todos os clichés no tratamento "sensível" ao tema dos direitos LGBT) pensado para um público juvenil feminino. The Half of It chega à Netflix depois de vencer no Festival de Tribeca, em Nova Iorque, cuja edição este ano foi em modo virtual.

A estreia menos bem sucedida, All Day and a Night, de Joe Robert Cole, ficou em sexto lugar, um belo resultado para uma obra que conta a relação de um pai e de um filho numa prisão americana. No top 10 português registe-se a ausência da série Hollywood, de Ryan Murphy, um dos projetos mais mediáticos nos EUA, sinal de que o consumidor português talvez ainda esteja perdido com tanta oferta do catálogo deste gigante. Ainda assim, olhando para o que aconteceu nas semanas anteriores, de registar a carreira assinalável de O Milagre da Cela 7, um melodrama turco de Mehmet Oztekin que cresceu na tabela do boca-a-boca nas redes sociais. Trata-se de um objeto popularucho sobre o amor entre uma menina e o seu pai deficiente e condenado à morte. Objeto de pura manipulação emocional...

Os subscritores da Filmin elegeram como campeão da semana Quarto 212, de Christophe Honoré, comédia dramática com Chiara Mastroianni. Um primeiro lugar explicado pela boa promoção que a plataforma terá feito de um produto com o brilho de ser inédito. Segundo a Filmin Portugal, o vice-líder, a comédia de Pedro Santo e João Moreira, O Filme do Bruno Aleixo, conseguiu números bastante fortes. Quase que se pode dizer que o humor de nicho deste boneco que se celebrizou na internet é um belo sucesso para uma imensa minoria...

No top desta plataforma com cinema mais alternativo há ainda que realçar a boa classificação de outros filmes portugueses: A Herdade (versão série), de Tiago Guedes, conseguiu ser o quinto mais visto, mesmo com exibição em canal aberto na RTP, enquanto Mosquito, de João Nuno Pinto, foi o sexto classificado, atestado visível que se não tivesse visto a sua carreira nas salas interrompida graças ao coronavirus, porventura, poderia ter feito uma carreira interessante.

Curiosamente, o documentário inédito Salve Santanás? , de Penny Lee, não conseguiu entrar para este top. Para a semana, espera-se que Rainha de Copas, com Trine Dyrholm, filme sensação dinamarquês, possa entrar com força...

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG