Premium Ismaelitas querem receber Aga Khan sob a bandeira de Portugal

Um grupo de portugueses pretende saudar Aga Khan, líder espiritual dos ismaelitas, à sua passagem na Avenida Marquês da Fronteira. Príncipe chega esta sexta-feira a Lisboa

Saída do trabalho diretamente para o Parque das Nações, em Lisboa, Salima Badur Ally não tem dúvidas: o momento mais importante desta semana de celebrações acontece no sábado, "quando Aga Khan se encontrar com a comunidade ismaelita". A comunidade portuguesa de que ela e a família fazem parte. Uma ocasião especial numa celebração especial: o líder espiritual encerra em Lisboa as celebrações do jubileu diamante, isto é, os seus 60 anos como Imam. E a festa começou ontem no Parque das Nações, com exposições e concertos.

O outro dia grande vai ser 11 de julho, quando todas as portas da FIL se abrirem e a converterem na casa da assembleia e Aga Khan liderar uma cerimónia para os cerca de 45 mil ismaelitas que estão em Lisboa para este evento. "Já temos contacto espiritual, é a oportunidade de conectar com ele a nível físico", diz Nigar Kraim, uma canadiana que veio de propósito com o marido a Portugal. Azim Daredia conta que reservaram viagens assim que souberam que as celebrações terminariam em Portugal. Fala desta religião, um ramo minoritário do já minoritário xiismo, como um exemplo de pluralidade. "Aga Khan enfatiza sempre a importância de os mais privilegiados ajudarem e partilharem com os menos privilegiados."

Ler mais

Exclusivos