Premium No melhor comunismo cai a nódoa

A sucessão de notícias, nas últimas semanas, que envolvem câmaras comunistas só peca por atraso. Atraso no escrutínio a um partido que viveu as últimas quatro décadas entre os pingos da chuva, num país onde a corrupção, a troca de favores e os jobs for the boys pareciam um exclusivo do centro direita. Aquela ideia de que, com todos os defeitos que possam ter, "ao menos os comunistas são todos íntegros" prevaleceu durante anos e anos, mesmo no espírito de muitos que nunca votaram PCP.

Para este statu quo contribuíram, e de que maneira, os jornalistas. No radar do jornalismo contrapoder, o PCP e, mais tarde, o Bloco de Esquerda escaparam quase sempre, permitindo-se a estes dois partidos o discurso político moralista do "connosco nada disto se passava".

Ler mais

Exclusivos