Premium Tudo o que precisa de saber sobre as eleições brasileiras

Terminam hoje as convenções partidárias que vão definir os candidatos a presidente do Brasil - e a governador, a senador, a deputado federal e estadual - nas eleições de 7 de outubro.

O escrutínio mais imprevisível desde a redemocratização há 29 anos, segundo os cientistas políticos, na ressaca da Operação Lava-Jato, que redefiniu a relação dos 147 milhões de eleitores com os políticos tradicionais. O líder das sondagens, Lula, ontem confirmado pelo PT como candidato, não deve concorrer por estar preso. O segundo classificado, Jair Bolsonaro, unirá todos contra si numa eventual segunda volta. De resto, luta-se palmo a palmo por coligações, que significam mais tempo de antena, e cozem-se alianças válidas a nível nacional mas não necessariamente em cada uma das 27 unidades federativas. Um xadrez que precisa de explicador...

Quais os cargos em disputa nas eleições de outubro?

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.