Exclusivo 20-20-20. A felicidade segundo Tim

O músico dos Xutos & Pontapés está de regresso com um novo disco a solo, 20-20-20, um trabalho de celebração das "coisas boas e simples da vida".

"Um carro de mão, os troncos das árvores, a lenha no chão, a barra amarela e um gato à janela", canta Tim, na sua voz inconfundível, em Lar, o tema de abertura de 20-20-20, o novo álbum a solo do músico dos Xutos & Pontapés, que assim convida o ouvinte a entrar na intimidade do seu dia-a-dia, tão distante do habitual imaginário de holofotes e desassossego do rock and roll.

"Essa música foi o ponto de partida para tudo, porque é o retrato do local onde vivo", explica ao DN, realçando que o objetivo é mesmo esse, mostrar a sua vida mais íntima e pacata, tal e qual como ela é: "Os bichos, as árvores, as rotinas da vida no campo." Coisas "pouco importantes", reconhece, mas que são os seus adereços do dia-a-dia, no sítio onde vive. "Às vezes, as osgas até têm nome e não se mata uma única aranha", conta. "De vez em quando dá para ficar uma tarde ou duas sem fazer nada ou dar um mergulho no tanque, mas não mais do que isso, porque no campo não dá para ser glamoroso, mas também sei que muita gente vive como eu e poderá identificar-se com estes assuntos", adianta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG