Premium A nova esquadra portuguesa

A notícia da chegada do Gonçalves Zarco ao Tejo era dada com grande destaque na edição deste dia 2 de setembro de 1933

Era recebida "com grandes manifestações de entusiasmo" a chegada da nova esquadra portuguesa às águas do Tejo. "Os membros do governo estiveram a bordo do novo barco, tendo-se proferido curiosos discursos", escrevia o DN na edição deste dia 2 de setembro de 1933.

Ainda assim, não foi uma estreia sem percalços, como relatava o jornal. "Apesar do nevoeiro que lhe embaraçou a rota durante algum tempo, o navio chegou a Lisboa à hora marcada, dobrando o cabo Raso e aproando à barra cerca das 9 horas". Duas horas mais tarde, era a vez de ali serem conduzidos os ministros da Marinha, da Guerra, do Interior e da Instrução, além de outras individualidades, recebidos em festa neste momento importante para as forças portuguesas.

"Era tal a aglomeração de barcos em volta do navio recém-chegado que os gasolinas tiveram dificuldade em atracar", relatava o DN, que fazia uma completa reportagem sobre os festejos desse dia.

Ler mais

Exclusivos