Premium 1958. Campanha por Salazar

A campanha de Humberto Delgado desgastava o regime e o DN apresentava os diversos "apoios" ao presidente do Conselho - até das Irmãs Carmelitas.

A manchete era dedicada ao general De Gaulle, que tinha iniciado funções como presidente do Conselho de Ministros. Mas outro general agitava Portugal a dias das eleições (8 de junho de 1958): Humberto Delgado e a sua candidatura à Presidência da República, que recolheu o apoio de toda a oposição e fez tremer o salazarismo.

Na primeira página há três chamadas em claro apoio da ditadura de Oliveira Salazar. A mais pequena a dar o eco de um discurso do homem de Santa Comba Dão na imprensa espanhola (também ela o espelho de outra ditadura); outra, mais desenvolvida, "Um artigo sobre Portugal", sobre um texto de opinião do diretor do Courrier de l'Ouest; e outra ainda sobre as "mensagens de apoio e gratidão ao presidente do Conselho". Estas eram mensagens chegadas à redação de apoio ao ex-professor de Finanças na Universidade de Coimbra, como por exemplo a das Irmãs Carmelitas de Beja, que "cumprimentam a V. Ex.ª de todo o coração e oferecem as suas fervorosas orações e sacrifícios pedindo ao bom Deus guarde a preciosa vida do nosso queridos Salazar".

Ler mais

Exclusivos