Premium A arte difícil da civilização

Hoje um amigo carioca descreveu-me o clima que se vive no Brasil após as eleições e as palavras que usou são fortes e difíceis. Falou-me de ódio, de desconfiança e da violência latente que se sente nas ruas, no emprego e até no seio das famílias. Em todas as cabeças há uma pergunta a queimar: Em quem você votou?

Dou corda à máquina da ficção e tento imaginar algo semelhante a acontecer em Lisboa. Da janela do escritório observo os homens e as mulheres que passam e em cada rosto escondem-se inimigos ou aliados, alguns traidores e poucos heróis.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG