Premium "Danos à imagem do Brasil na questão da Amazónia só se revertem com saída de Bolsonaro"

Exatamente um ano após a tomada de posse, o balanço do governo de Jair Bolsonaro é negativo - de acordo não só com as sondagens, que mostram perda de 30 pontos na sua aprovação no período, mas também com a opinião de Vinícius Vieira, professor visitante de relações internacionais da Universidade de São Paulo e de pós-graduação na Fundação Getúlio Vargas.

É precisamente na área das relações internacionais que Bolsonaro mais tem falhado, quer pela aliança sem frutos com os EUA de Donald Trump, a sua principal referência política, quer pelos conflitos com meio mundo, Europa incluída. "Os danos à imagem do Brasil na questão da Amazónia só se revertem com a saída de Bolsonaro, especialmente na Europa e na relação com Alemanha e França", sublinha Vieira. Entre os pontos positivos do ano de estreia do presidente destaca a ação dos ministros, ambos considerados da ala técnica, da agricultura e da infraestrutura.

Qual o balanço de Jair Bolsonaro, sobretudo na sua área de especialidade, a política externa?

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG