Valores apontados para banca espanhola podem não chegar

A agência de notação Moody's considerou hoje que as estimativas de 53.345 milhões para a recapitalização da banca espanhola, segundo o estudo da consultora Oliver Wyman, podem ser insuficientes para recuperar confiança e a estabilidade do setor.

Em causa está o resultado dos testes de esforço realizados pela consultora ao setor bancário, que estima que no cenário mais adverso a banca espanhola necessita de uma recapitalização de 53.345 milhões de euros.

No seu relatório semanal de crédito a Moody's considera que esse valor não é suficiente, estimando que o setor necessita de entre 70 e 105 mil milhões de euros para se recapitalizar e enfrentar possíveis perdas.

Por isso, diz a Moody's, as estimativas apresentadas pelo Governo são insuficientes para manter a estabilidade financeira e apoiar os esforços do Governo para recuperar a confiança dos mercados.

Apesar da sua análise, a Moody's reconhece que o processo de recapitalização é positivo e contribuirá para melhorar a solvência das entidades afetadas, recuperando confiança no conjunto do setor financeiro espanhol.

Nesse sentido estima a Moody's que só os detentores de dívida subordinada e de produtos híbridos, como as participações preferentes, registarão perdas.

Paralelamente, considera a agência, continua por se concretizar um mercado imobiliário verdadeiramente transparente e com liquidez suficiente, o que pode afetar negativamente o processo de saneamento da banca.

Globalmente a Moody's antecipa um impacto favorável do processo de recapitalização do rating de Espanha que a agência deverá rever nos próximos dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG