UGT satisfeita com intenção da redução do IVA

O secretário-geral da União Geral dos Trabalhadores, Carlos Silva, manifestou hoje a sua satisfação pelo facto de o Governo da República estar a ponderar a eventual descida do IVA na restauração.

Após uma reunião com delegados sindicais da Região Autónoma da Madeira, Carlos Silva revelou à comunicação social que no final de sexta-feira "o Governo veio dar conhecimento que estará a ponderar incluir no Orçamento do Estado a reposição do IVA na restauração".

"Não sei se para os 13 por cento ou se para uma taxa mínima, ou uma taxa intermédia, está na taxa máxima e acho que isso já é um bom sinal para todas as instituições entre as quais a UGT que tem vindo a reclamar", acrescentou.

Referiu que esta medida será importante para a política de empregabilidade na medida em que o "desemprego pode ser combatido nomeadamente nesta área do comércio e serviços com a baixa do IVA na restauração".

"Isto, para nós, é muito importante porque temos vindo a bater por essa matéria e vamos continuar até que o Governo dê a conhecer ao país qual é a sua decisão final", observou.

Carlos Silva anunciou que uma delegação da UGT reunirá segunda-feira pelas 18:45 horas em Bruxelas com o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso a quem serão transmitidas "as preocupações" desta central sindical relativamente "à oitava e nona avaliações da Troika".

Na parte da manhã deste mesmo dia e em Bruxelas, a UGT participará na Confederação Europeia de Sindicatos onde apelará à "solidariedade" para a "flexibilização do défice" em Portugal.

"Se a Europa não quiser, não for solidária, se não respeitar os princípios fundamentais pelos quais a União Europeia e a antiga Comunidade Europeia foram criadas, então, não vale a pena estarmos na Europa", defendeu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG