Trabalhadores da Opel ameaçam com "acções" contra GM

O comité de trabalhadores da Opel ameaçou levar a cabo "acções" contra a ex-casa mãe General Motors se não for tomada uma decisão esta semana sobre o futuro da empresa.

O presidente do comité da empresa, Klaus Franz, disse hoje ao canal de rádio "Deutschlandfunk" que a paciência dos trabalhadores se esgotou e que não podem aceitar que a General Motors não tenha tomado uma decisão.

Klaus Franz não especificou que tipo de medidas poderão ser desenvolvidas pelos trabalhadores.

É esperada uma decisão sobre a Opel da parte da General Motors, que recebeu duas propostas de aquisição do seu antigo negócio europeu, uma do fabricante de componentes austríaco-canadiano Magna, em cooperação com o grupo automóvel russo Gaz e o banco Sberbank, e outra do investidor belga RHJI, do grupo norte-americano Ripplewood.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG