Teixeira dos Santos alerta novo Governo para prazos exigentes

O ministro das Finanças desejou hoje "grande sucesso" ao próximo Governo para o trabalho que tem pela frente, mas alertou que a ajuda externa tem "prazos exigentes" que Portugal não poderá falhar.

"Os prazos são de facto exigentes, requerem grande trabalho. Basta olharmos para o que se passa na Grécia para percebermos que Portugal não pode falhar e acho que o [novo] Governo tem pela frente um grande desafio, um trabalho exigente. Só posso desejar, obviamente, grande sucesso", disse hoje Teixeira dos Santos.

O ministro das Finanças falava à margem da reunião anual do Banco Africano de Desenvolvimento, que decorre em Lisboa até 10 de Junho.

Questionado sobre se concorda com o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, de que serão necessárias medidas adicionais às que constam no acordo assinado entre a 'troika' e o Governo, Teixeira dos Santos foi evasivo.

"Os compromissos que eu assumi e subscrevi, pelos quais devo dar a cara e pelos quais me sinto responsável, são aqueles que constam do compromisso com a União Europeia e com o FMI. São esses que temos de assumir, mas temos de reconhecer que o novo Governo tem um grande desafio pela frente", disse o ministro das Finanças.

Teixeira dos Santos também se escusou a deixar algum conselho ao seu sucessor.

"Acredito que o futuro ministro das Finanças será uma pessoa capaz de assumir estas responsabilidades e, portanto, não precisará de qualquer conselho meu para ter sucesso nas suas funções", disse Teixeira dos Santos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG