Sonae Sierra com prejuízo de 4,6MEuro no 1.º semestre

A Sonae Sierra fechou o primeiro semestre com um prejuízo de 4,6 milhões de euros, que compara com um lucro de 2,9 milhões de euros no período homólogo, devido ao comportamento negativo das taxas de capitalização dos seus ativos na Europa.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a especialista em centros comerciais do grupo Sonae explicou que a variação do resultado líquido "foi influenciada mais uma vez por um resultado indireto desfavorável, de 34,1 milhões de euros negativos nos primeiros seis meses de 2013, consequência da expansão das taxas de capitalização (yields) na Europa".

Ainda assim, a Sonae Sierra destaca a desaceleração do aumento das 'yields', quer em Portugal quer em Espanha, face ao verificado no final do ano de 2012.

Em compensação, a empresa do grupo Sonae apresentou até junho um resultado direto de 29,5 milhões de euros, o que representa um decréscimo de 7% relativamente ao período homólogo de 2012, fruto do impacto das vendas de ativos realizadas em 2012, nomeadamente do Münster Arkaden, na Alemanha, e da participação em três centros comerciais não estratégicos no Brasil, no seguimento da estratégia de reciclagem de capital da empresa.

No mesmo período, o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) diminuiu 2% para os 56,4 milhões de euros.

As vendas dos lojistas dos centros comerciais geridos pela Sonae Sierra na Europa decresceram 3,5% numa base comparável face ao período homólogo de 2012, um decréscimo inferior ao verificado nas vendas a retalho na larga maioria dos países do Sul da Europa, realça no comunicado ao mercado.

Já no Brasil, pelo contrário, registou-se uma subida nas vendas de 4,2% (em moeda local), numa base comparável face ao período homólogo de 2012.

O presidente executivo da Sonae Sierra, Fernando Guedes de Oliveira, destacou o esforço da empresa em minimizar os efeitos da austeridade na quebra de vendas dos lojistas na Europa, o crescimento da atividade na prestação de serviços em novas geografias e o trabalho desenvolvido para a inauguração de mais dois centros ainda este ano.

A Sonae Sierra é proprietária de 48 centros comerciais e é responsável pela gestão de mais de 70 centros comerciais em 11 países.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG