Sonae nega pressões sobre trabalhadores de hipermercados

A Sonae negou hoje que esteja a pressionar os trabalhadores dos seus hipermercados a trabalhar no dia 1 de Maio, dia em que está marcada uma greve, como hoje indicou o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio (CESP).

"A Sonae [hipermercados Continente] respeita o direito à greve. É falso que a Sonae esteja a pressionar os colaboradores para trabalharem no dia 1 de Maio. Só estarão a trabalhar os colaboradores que assim o entenderem", indicou a empresa numa resposta escrita enviada à agência Lusa.

O sindicato que representa os trabalhadores dos hipermercados revelou hoje que há pressões sobre funcionários de algumas superfícies comerciais para que trabalhem no dia 1 de maio, dia em que está prevista uma greve. Em causa, segundo o sindicalista Jorge Pinto, estão pressões dos grupos Jerónimo Martins (Pingo Doce) e Sonae (Continente).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG