Prestação da casa volta a cair pelo 10.º mês consecutivo

A prestação do crédito à habitação vai voltar a descer em agosto, o que significa que o valor pago ao banco cai de forma consecutiva há já quase um ano.

De acordo com os cálculos feitos para a Lusa pela Deco/Proteste, no caso de um crédito à habitação de 150 mil euros a 30 anos para contratos indexados à taxa Euribor a seis meses (a referência nos créditos à habitação em Portugal) e um 'spread' (margem de lucro do banco) de 1,0 por cento, a prestação paga pelas famílias será de 525,34 euros em setembro.

Este valor significa menos 12,66 euros face à estimativa da prestação de agosto e 87,42 euros face à de setembro do ano passado.

Já no caso de um empréstimo com exatamente as mesmas condições, mas indexado à taxa Euribor a três meses, a prestação vai descer para 505,67 euros em setembro, menos 11,79 euros do que em agosto e 91,97 euros do que há um ano.

A prestação do crédito à habitação acompanha a queda das taxas Euribor (média das taxas praticadas pelos bancos no mercado interbancário), que têm estado a bater mínimos. Para este recuo contribui a decisão do Banco Central Europeu (BCE), que manteve este mês a taxa diretora no mínimo histórico de 0,75 por cento, valor que os analistas acreditam que ainda poderá baixar para os 0,5 por cento.

Em agosto, a média da Euribor a seis meses fixou-se em 0,606 por cento e a taxa a três meses nos 0,332 por cento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG